26 A 30 DE MAIO 2020

Faltam

Bahia Farm Show cresceu 170% nos últimos cinco anos

Publicado em: 15/05/2014 17:16:50

bfs-cresceu2

Esse montante se refere ao volume de negócios fechados. Número que na edição 2014, com início no próximo dia 27, deve aumentar 50% em relação a 2013

Consolidada como a maior feira de tecnologia agrícola e negócios do Norte-Nordeste do Brasil, a Bahia Farm Show chega à sua 10ª edição para comemorar o crescimento de 170% em volume de negócios fechados e, com a expectativa de atingir a marca de R$ 1 bilhão neste ano de 2014. Em relação ao ano passado, o evento deverá projetar um crescimento de 50%  no seu montante de negócios concretizados.

Além do quesito volume de negócios que na edição 2008 foi de R$ 250 milhões e em 2013 saltou para R$ 671 milhões, com um crescimento de168%, outros itens revelam a ascensão  da Bahia Farm Show nos últimos cinco anos.  Entre 2008 e 2013 a área ocupada passou de 34 mil m2para 84 mil m2, um crescimento de 143%. A projeção para a edição 2014 é que a área total passe para 92 mil m2. Com relação ao número de expositores, houve um aumento de 64,5% em cinco anos, passando de 118 para 194. Visitantes que circulam pela feira eram 26,9 mil em 2008 e 63,10 mil em 2013, ou, 138% de aumento. Para 2014 são esperados 75 mil pessoas.

A Bahia Farm Show é atualmente a segunda maior feira brasileira em vendas por visitante, atrás apenas da Agrishow de Ribeirão Preto, que completou 21 anos na última edição, realizada no início do mês. Linhas de crédito diferenciadas, taxas de juros atraentes e condições elásticas de pagamento são facilidades, que, segundo os organizadores, vão impulsionar para o evento  atingir o seu primeiro R$ 1 bilhão. “Os produtores que visitarem a feira encontrarão o que há de mais moderno em maquinários, equipamentos agrícolas, veículos, caminhões e insumos, não resta dúvidas que a Bahia Farm Show está consolidada como uma atraente vitrine, onde todos compram, investem e saem satisfeitos. Estamos otimistas com a 10ª edição” diz o presidente do evento, Júlio Cézar Busato.