29 DE MAIO A 02 DE JUNHO 2018

Faltam

Pela primeira vez, dois leilões farão parte da programação oficial da Bahia Farm Show

Publicado em: 20/04/2018 17:29:03

Se a realização de um leilão a cada uma das últimas quatro edições da Bahia Farm Show foi sinônimo de grande sucesso, este ano, a feira inova mais uma vez ao confirmar duas datas para a compra e venda de gado com a qualidade e o alto padrão genético, marcas registradas do leilão Bahia Farm Show. Organizados pela Associação dos Criadores de Gado do Oeste da Bahia (Acrioeste), os leilões serão dias 30 de maio e 01 de junho, quarta e sexta-feira, respectivamente, e integram a programação oficial da maior feira do Norte/Nordeste, realizada no período de 29 de maio a 02 de junho em Luís Eduardo Magalhães, Bahia.

De acordo com o presidente da Acrioeste, Stefan Zembrod, dois fatores foram considerados para inserir um novo leilão durante a feira. O primeiro, é o de abrir um canal exclusivo para comercialização de animais cruzados das raças Aberdee Angus e Red Angus. “A abertura de um espaço de comercialização para essas raças se faz necessária em função dos criadores estarem optando por esses animais pela qualidade da carne e os anseios do mercado por um produto mais nobre”, explica. Já o outro ponto levado em conta é a vitrine que a Bahia Farm Show representa na exposição de marcas e produtos. “A feira está consolidada como importante espaço para o fechamento de negócios, é um local estratégico para a realização dos leilões, também”, finaliza.

As duas raças citadas por Zembrot irão compor o desfile de animais durante o primeiro leilão, no dia 30. Já o tradicional Leilão de Gado de Corte da Acrioeste, específico para criadores de gado da raça Nelore, será na véspera do encerramento da Bahia Farm Show, sexta-feira (01).  Serão ofertados animais para cria e recria, como touros aptos para reprodução, bezerros e bezerras, além de garrotes e novilhas, preferencialmente oriundos dos criatórios que fazem genética de melhoramento de Nelore. Nesse leilão, a expectativa dos organizadores é que todos os currais estejam lotados, atingindo uma média de 500 animais disponíveis para a comercialização.

No ano passado, o valor médio de cada animal ficou em R$ 170 por arroba e o leilão teve 100% de liquidez, acima do preço de mercado e com venda de todos os lotes oferecidos, o que reforça a qualidade dos animais negociados. “Estes resultados demonstram que a feira se torna um espaço estratégico também para a pecuária. Os criadores da região têm na Bahia Farm Show um local estratégico para demonstrar o nível do plantel aqui existente. Nossa meta, com o evento, é fortalecer a pecuária regional e promover o incremento da economia”, diz a coordenadora da feira, Rosi Cerrato.

A região oeste da Bahia possui um rebanho estimado em dois milhões de cabeças, com ênfase para o gado de corte. A raça predominante é a Nelore, e em menor escala, a Guzerá e o gado de leite, segundo dados da Acrioeste. A criação de gado de corte em escala comercial ganhou força no final da década de 20, quando a Companhia Sertaneja Agropastoril, pioneira no ramo, se instalou em Barreiras, em 1928, e iniciou as atividades de compra e venda.

Araticum